Falaremos aos sussuros?

O Estado mostra sua face. Não é só este caso em que a violência se dá contra quem professa suas opiniões. Se os métodos são equivocados, não cabe aqui discutir. O que vem acontecendo no Brasil com relação à vigilância e o uso de dados de rede para a prática da violência por parte de setores públicos e privados com grande poder econômico assusta. Concordo que possam existir crimes sendo cometidos e que esses podem e devem ser investigados. Mas se deve buscar definir claramente quais são os crimes e quais os dados que podem ser usados para resolução de tais crimes. O que estamos vendo é uma devassa de dados, semelhante ao que os estadunidenses fazem. Em nome de combater os “terroristas” se coloca a todos como suspeitos. Isso abre margem para a criminalização de qualquer cidadão, de qualquer prática, de qualquer movimento. Não atentar para isso é perder o tempo da História. Olhem para o seu lado e vocês verão mais casos de tentativa de cerceamento de liberdades (de manifestação, de opinião, de imprensa…) por parte de setores públicos e privados. Combater isso deve ser parte fundamental de nossa luta.