6 dicas para resolver problemas de privacidade em Google e Google+

Todo mundo já sabe o esforço de Google em promover Google+, o problema é que em muitas ocasiões se excedeu em sua política de privacidade, que é aceita logo ao usar seus serviços, se achando no direito de executar mudanças em seu ecossistema sem um aviso prévio sequer. Embora as mudanças possam ser desfeitas facilmente, se tendo um mínimo de informação, (como essas dicas que mostraremos), Google não tem a gentileza de perguntar por sua habilitação e faz com que tudo funcione de uma forma pré-determinada, o que afeta a maioria dos usuários que não dispõem de tempo para se documentar. Veja algumas soluções para algumas mudanças polêmicas:

1. E-mails de qualquer um através do Google+

Começamos com a mais recente que deixou muita gente preocupada pela facilidade que qualquer um que visite nosso perfil em Google+ tem em se comunicar via e-mail com a gente. Não será mostrado nosso endereço de email a menos que repondemos seus e-mails irão para a aba “Social” em Gmail a menos que estejam em nossos círculos, porém, o preocupante é que ainda sem estar em nossos círculos ou contatos poderão ocupar um espaço em nossa caixa de entrada.

A funcionalidade pode ser desativada ou limitar para Qualquer usuário do Google+, os Círculos ampliados e os Círculos. Para isso, basta ir até o Gmail, clicar na rodinha dentada acima à direita, ir até Configuração e na aba Geral buscar a seção Enviar e-mail através do Google+ onde estará o menú suspenso correspondente. Depois é só clicar em Salvar mudanças.

1 emails cualquier google+

2. Histórico de buscas no Google

Todas as buscas realizadas no Google (incluindo livros, mapas, vídeos, notícias, etc.) não só são salvas localmente no histórico do navegador, também são salvas no histórico do Google, podendo ser acessado só com um clique aqui e colocar os dados de sua conta.

2 desactivar historial google

A menos que queira eliminar determinados elementos manualmente desde essa tela inicial do histórico, o seguinte será ir acima na parte superior à direita e clicar na rodinha dentada, ir a Configuração e finalmente clicar em Desativar para deter por completo o registro de suas buscas:

3. Recomendações compartilhadas, tseu nome nos resultados de busca e anúncios do Google

[Google] Poderá usar nossos nomes e imagens de perfil que configurarmos em nossos perfis de Google+ para respaldar alguns de seus anúncios, pertencentes a produtos ou serviços com quem interagimos. A ideia é que os usuários possam acreditar mais nos anúncios e ver alguns de nossos contatos nos mesmos. Desta forma, Google entenderá que aprovamos um produto ou serviço se estabelecermos um comentario, um +1 ou simplesmente o seguir, para utilizar nosso nome e avatar em seu anúncio correspondente. – Fco. José Hidalgo

Outra “maravilhosa” característica relacionada a Google+ que permite que nosso nome e imagem enriqueçam os anúncios de algumas marcas, produtos ye serviços ao realizar buscas no Google. Para desativá-la é só desmarcar a opção correspondente nesta seção de Google+.

Recomendaciones compartidas

Certamente, Facebook tem uma característica similar ainda mais descarada pois permite que as marcas mostrem publicações mencionando nosso nome dentro das timelines de nossos “amigos”. Para reverter isso, pode revisar a guia que publicamos há alguns meses.

publicidad facebook

4. Conta em Google+ sem ter a pedido

Apesar de muitos já gostarem de Google+, realmente, grande parte dessas pessoas chegaram até ele sem que tenha pedido, por terem conta em Gmail, automáticamente, conseguiram uma conta em Google+, sem que tenham pedido. Pois bem, para isso, a solução é bem simples, na página de configuração de Google+ em neste link e no final da página, na seção “Desabilitar Google+”, clique no link indicado. Depois é só seguir alguns passos adicionais de aceitação de eliminação dos dados correspondentes ao serviço.

eliminar google plus

5. Mensagens e recomendações de estranhos no YouTube

Pois é, isso pode ser evitado através do painel de configuração e sua seção de Privacidade onde poderá marcar a opção Permitir que só meus contatos possam me enviar mensagens e compartilhar vídeos para limitar as interações. É necessário clicar no botão azul de Salvar na parte direita para que sejam feitas as mudanças.

youtube privacidad

6. Histórico de localizações do Google Mapas

Finalmente uma opção com menor relação a Google e Google+, porém, que todos deveriam levar em conta, pois se contam com dispositivos móveis, provavelmente a tenham ativada: O histórico de localizações. Está disponível nesta seção de Google Mapas e mostrará todos os detalhados registros de nossas últimas localizações (data, hora, distância percorrida, rota traçada, etc.). Para desativar este seguimento, basta ir até a roda dentada na parte acima à direita, logo a Configuração do histórico e finalmente marcar a opção Desabilitar. E por último é só clicar em Salvar.

Historial de mapas

Enfim, são características que podem ser desativadas até com meio clique (?), o problema é que a maioria não tem o tempo para ficar por dentro desse assunto e fazer as mudanças suficientes para ter algum controle sobre sua privacidade.


Artigo escrito no br.wwwhatsnew.com


Acompanhe também as notícias pelo twitter: twitter.com/pooldigital ou pelo RSS


4 ferramentas para criar vídeos educativos

Não é preciso ser um talento no mundo da edição de vídeo para poder criar material interessante do ponto de vista acadêmico. Coletar textos, fotos e vídeos para fazer um “documentário” sobre qualquer tema é algo que pode ajudar bastante a absorver conhecimento, motivando os alunos cansados do processador de textos e oss copy&paste de wikipédia.

Aqui deixamos 4 aplicativos que podem ser usados para criar e compartilhar vídeos educativos:

Pixorial

pixorial

Um editor online de vídeos que lançou há poucas semanas uma nova e melhorada versão. Com pixorial podemos enviar arquivos multimídia desde nosso computador ou importá-los das redes sociais e perfis de serviços web, permitindo ordená-los, adicionar transições e exportar o resultado de forma simples.

Do ponto de vista educacional, é bastante interessante já que, por um lado, podemos criar trabalhos acadêmicos sobre um mesmo tema juntando tanto fotos como vídeos encontrados na internet, e por outro tem um plano especialmente desenhado para educadores que permite obter espaço gratuito para estudantes e preços especiais (com um ano inicial gratuito) para professores. Pode obter mais informação em pixorial.com/educators/

PowToon

animaciones

Para fazer animações sem necessidade de ter conhecimentos técnicos. A opção para o mundo educativo se encontra em powtoon.com/edu-home/, onde incentivam a usar a ferramenta para fazer apresentações, tratando a powtoon como uma alternativa a powerpoint, prezy e similares.

WeVideo

wevideo

Famoso editor online que temos comentado em várias ocasiões, permitindo adiconar fotos, textos, vídeos e efeitos especiais para poder criar vídeos de todo tipo.

Wevideo também inclui opções especiais para seu uso dentro da sala de aula, como podemos ver em wevideo.com/schools. opções que permitem o trabalho colaborativo (ideal para trabalhos em grupo sobre o mesmo vídeo).

teachem

teachem

Uma plataforma criada para permitir criar cursos usando vídeos já existentes. A ideia neste caso não é criar vídes e sim organizar em lições os já existentes na Internet, ajudando assim a agrupar o conteúdo criado com outras plataformas.


Artigo escrito no br.wwwhatsnew.com


Acompanhe também as notícias pelo twitter: twitter.com/pooldigital ou pelo RSS


Uma forma simples de salvar links favoritos na nuvem

saved.io

Se você não tem o costume de usar algum serviço de marcadores na internet, algum aplicativo que ajude a salvar e classificar os links que for encontrando e achar interessante, talvez deva dar uma olhada em saved.io para ver agora se você se convence de suas vantagens.

Se trata de um aplicativo muito simples que permite armazenar nossos links preferidos, classificados por data, usando saved.io/ diante da url que queremos salvar.

Assim, ao ver um link como wwwhatsnew.com/recopilacion, por exemplo, pode guardá-lo imediatamente pondo saved.io à frente: saved.io/wwwhatsnew.com/recopilacion.

E se você usar login/senha para se identificar, poderá também consultar todos os links salvos desde qualquer computador, embora, caso prefira, não precisa se identificar para ver o que salvou, graças às cookies que copiará em seu disco rígido (técnica arriscada, já que ao apagar cookies ou mudar de computador, todos os links salvos serão perdidos).

Não chega a ser tão útil como delicious nem tão sofisticado como evernote, porém, não exige instalação de plugins nem extensões, o que pode ajudar muito quem não tem como ampliar as funcionalidades de seu navegador usando esse tipo de recursos.

Link: saved.io | Via lifehacker


Paypal apresenta um sistema de pagamento sem que seja preciso sair do site

Ao comprarmos em alguma loja online que aceite Paypal, geralmente, temos que sair desta loja para poder acessar à plataforma de pagamento de Paypal, realizar a operação e, ao finalizar, voltar ao site no qual estávamos.

Essa “saída” momentânea, no entanto, agora pode ser evitada com o novo sistema que Paypal apresentou, um aplicativo que poderá ser integrado nas lojas para que, ao visitante clicar no botão “pague com paypal” se abra uma janela emergente semelhante à mostrada na imagem, divulgada aqui, onde também há um vídeo de demonstração, para que seja realizada a operação dentro do comércio.

captura

Este sistema poderá ser usado do desktop, dispositivo móvel ou tablet e começará a ser usado entre alguns comércios selecionados antes de ser ampliado à todos em geral. Ao se abrir a janela, só temos que nos identificar, ver se todos os dados estão corretos e aceitar o pagamento, fechando o popup e retornando ao site.

Quem quiser, pode ver mais detalhes e alguns exemplos em www.paypal-pages.com/incontextcheckout/


Artigo escrito no br.wwwhatsnew.com


Acompanhe também as notícias pelo twitter: twitter.com/pooldigital ou pelo RSS


Google compra empresa de detectores de fumaça por 3,2 bilhões de dólares

nest

Google comprou Nest (nest.com), uma empresa fundada por Tony Fadell, um dos cérebros da Apple que esteve por trás do iPod. Nest é uma empresa que trabalha com gadgets inteligentes, tendo se especializado em termostatos e detectores de fumaça, uma empresa que pode ajudar o Google a entrar no domínio de dispositivos para casas inteligentes (domótica).

3.2 bilhões de dólares foi o que pagou, segundo informam em investor.google.com, uma enorme quantia de dinheiro para uma empresa que conseguiu 150 milhões de investimento recentemente e que estava avaliada em 2 bilhões.

Larry Page falou das vantagens de se contar com os fundadores Tony Fadell e Matt Rogers, na empresa, duas pessoas que construíram uma equipe de trabalho que também migrará ao Google durante os próximos dias.

Tony Fadell, por outro lado, também está convencido de que o Google será um bom lugar para construir dispositivos simples e bem pensados para tornar a vida mais simples dentro de casa.

Curioso movimento do onipresente Google, quem comprou recentemente uma empresa de robôs e entra agora nas casas inteligentes.


Artigo escrito no br.wwwhatsnew.com


Acompanhe também as notícias pelo twitter: twitter.com/pooldigital ou pelo RSS


Aumentando a privacidade enquanto pesquisa e navega na Rede

Falamos anteriormente do DuckDuckGo, mecanismo de pesquisa que permite fazer pesquisas anônimas na Internet.

Agora, iremos mostrar outro serviço para você escapar das garras das grandes corporações que têm você como “mercadoria”, capturando e vendendo seus dados.

O Disconnect permite que você faça pesquisa em vários mecanismos de pesquisa por meio de uma VPN, escondendo dos sites de busca seu IP e outras informações. Funcionando em Firefox e Chromium, ele permite que você faça pesquisas nos principais sites de busca, mascarando seus dados para que estes não sejam rastreados por eles.

O Disconnect também tem um outro complemento, este funcionando até para outros navegadores, que permite bloquear mecanismos que rastreiam seus dados pela Internet, impedindo que coletem seus dados enquanto você navega na Rede.

O melhor disso tudo é que o Disconnect é um serviço totalmente open source!

Não espere mais. Instale esses complementos em seus navegador e diminua e muito o rastreamento de sua navegação.

Compartilhe imagens com segurança

Se você quer postar imagens com segurança e privacidade não pode deixar de conhecer este serviço.

O img.br é um servidor de imagens que criptografa todas as imagens enviadas. Usado juntamente com a rede TOR ele reforça também o anonimato nas publicações. É uma forma de tentar escapar um pouco da vigilância global, apesar de isso não ser totalmente garantido.

O serviço permite também que você publique imagens e que esta seja apagada do servidor assim que o link for aberto, permitindo que apenas a pessoa destinatária da imagem a veja.

Alem disso o serviço permite a publicação automática do link em várias redes sociais a partir da própria página, bastando clicar no link da rede.

Dê uma olhadinha no serviço e troque os serviços proprietários e inseguros de publicação e compartilhamento de imagens por este que é totalmente Copyleft.

Faça pesquisas anônimas

ddgOs buscadores talvez sejam a porta de entrada para a maioria das pessoas quando acessam a WEB. Esses mecanismos são as páginas iniciais da maioria dos navegadores.

O uso da WEB não seria o mesmo sem eles. Não é sem razão que uma das maiores empresas de tecnologia do mundo tenha tido num buscador seu primeiro e principal produto.

Existem algumas opções proprietárias ao tão famoso Google, que deteve por algum tempo quase que o monopólio do setor, sendo precedido por outros buscadores proprietários como o Yahoo e o Cadê. Mas todos eles têm um problema: rastreiam todas as suas buscas.

Para quem não visualiza o problema disso, repare que em cada dispositivo diferente é mostrada uma lista diferente de opções para a mesma pesquisa. Isso é feito pelo algoritmo desses buscadores mas, principalmente, pelo recolhimento de informações de sua navegação. A desculpe deles é que com isso mostrariam as páginas que seriam de maior interesse para o usuário daquele dispositivo. Mas, na verdade, o que eles estão fazendo é recolhendo seus dados para, na melhor das hipóteses, vender suas informações na forma de publicidade. Coisas piores podem acontecer, como a disponibilização de seus dados para programas de espionagem massiva.

Mas existem opções livres a esses buscadores que permitem fazer buscas anônimas na Rede.

Uma delas é o DuckDuckGo, um mecanismo de buscas anônimas que conta com complementos para os principais navegadores e outras funcionalidades. O principal atrativo do DuckDuckGo é não rastrear suas buscas e permitir pesquisas em sites específicos como a Wikipedia, bastando para isso que antes do termo a ser pesquisado você adicione “!w”, para pesquisa específica neste site. Há uma lista enorme de possibilidades de pesquisas diretas, bastando que se coloque o nome do site a ser buscado precedido de um ponto de exclamação.

O site conta com vários outros serviços, todos objetivando a privacidade e o anonimato.

Vale dar uma verificada e tornar o “Pato” seu buscador padrão.

Aplicativos de mensagens são grandes estrelas de 2013

Os mensageiros foram as grandes estrelas entre os apps de 2013. O mais famoso deles é o Whatsapp.

Mas, se você quiser um pouco mais de privacidade recomendo um similar, o Telegram (https://telegram.org/).

Ele funciona igual ao Whatsapp, com os números dos telefones, e tem a possibilidade de fazer conversas criptografadas.

Mas, ATENÇÃO: não trate de temas sensíveis nele. É que existe muita coisa nebulosa no algoritmo de criptografia deles. Eles criaram um novo algoritmo próprio, o que não é recomendado. Mesmo com o oferecimento de prêmios em dinheiro para hackers que consigam encontrar falhas na ferramenta (alguns conseguiram encontrar pequenas falhas), é bom ficar de olho.

Mas, mesmo tendo este probleminha, ele é um pouco melhor do que o uso dos apps mais populares na questão da segurança.

Entendendo a Internet

Entender o que está em jogo com e na Rede, suas possibilidades e riscos, é fundamental para que possamos mudar o mundo.

Estamos em um momento de mudança de paradigma e para os lutadores por direitos é fundamental entender este processo. E mais: é fundamental para qualquer cidadão entender isso pois a desigualdade será cada vez mais determinada por quem tem acesso e capacidade de análise do conhecimento.

Temos que lutar para construir e, fundamentalmente, para compartilhar conhecimentos.

Entender a Internet, as possibilidades nela e fora dela, com a construção de novas rede, de preferência manos controláveis e mais descentralizadas, é fundamental para que possamos ganhar a batalha conta os opressores.

O seguinte vídeo fala um pouco sobre as possibilidades, desafios e problemas da Internet. A batalha está apenas começando.